sexta-feira, junho 21, 2024
InícioMeio AmbienteSanta Teresa celebra Dia da Mata Atlântica

Santa Teresa celebra Dia da Mata Atlântica

Em virtude do Dia da Mata Atlântica, comemorado no dia 27 de maio, o Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) promove a “3ª Semana da Mata Atlântica de Santa Teresa/ES” que começa nesta sexta-feira, às 18h30.

O evento busca incentivar reflexões sobre a conservação desse bioma e tem como tema “Memórias, Saberes e Fazeres da Mata Atlântica”, inspirado nos trabalhos do naturalista Augusto Ruschi que se relacionam às pesquisas realizadas atualmente pelo INMA.

“O tema nos permite criar uma conexão entre passado, presente e futuro da Mata Atlântica. Por um lado, temos as memórias das pesquisas e iniciativas de Augusto Ruschi em prol desse bioma, as trocas mantidas por ele com outros cientistas, instituições e atores sociais. Essa memória aparece nas cartas, fotografias e ilustrações do Arquivo Augusto Ruschi, escolhidas para compor as atividades da Semana. Por outro lado, nosso visitante terá contato com pesquisas atuais, muitas delas estabelecendo um rico diálogo com a tradição naturalista da qual o Ruschi faz parte e apontando para um futuro, baseado na urgência de conservação e restauração da Mata Atlântica”, destaca a historiadora Alyne Gonçalves, pesquisadora do INMA.

A abertura do evento vai ter o lançamento de quatro livros: Turminha da Rebio, que reúne cinco histórias infantis escritas por pesquisadores do INMA; Guia de Aves da Rebio Augusto Ruschi; A militância ambiental de Augusto Ruschi, resultado da tese de doutorado da pesquisadora Alyne Gonçalves; e O homem, a mata e o beija-flor, de Juliana Capra.

No fim de semana, dias 25 e 26, das 8h30 às 17 horas, haverá atividades interativas voltadas aos visitantes do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão, sede do INMA, com a participação da Reserva Natural Vale e da Reserva Biológica Augusto Ruschi. No dia 27 de maio, Dia da Mata Atlântica, segunda-feira, excepcionalmente, o parque estará aberto ao público, com o circuito especialmente criado para essa data.

Circuito especial
Desenvolvido pelos pesquisadores do INMA, o circuito “Memórias, saberes e fazeres da Mata Atlântica” apresenta informações científicas e curiosidades sobre bromélias, insetos, morcegos e beija-flores, de forma interativa e lúdica. Além das pesquisas atuais nesses temas, cada estação traz documentos do arquivo Augusto Ruschi, promovendo uma viagem no tempo e um mergulho emocionante na história da ciência da conservação da Mata Atlântica.

Nessa jornada, terão a oportunidade de explorar a vida noturna dos morcegos, descobrir a fascinante diversidade de insetos e compreender sua importância ecológica, maravilhar-se com a agilidade dos beija-flores na polinização das flores e adentrar no mundo das bromélias.

Observação de aves

No dia 25, sábado, às 16h, os apaixonados por aves também poderão participar de uma “Observação de Aves” na Reserva Biológica Augusto Ruschi, gerenciada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), sob a orientação de especialistas. Essa atividade tem vagas limitadas e exige inscrição prévia.

Na Semana da Mata Atlântica de Santa Teresa/ES, os visitantes podem, ainda, apreciar duas exposições. “Expovespa – Harmonia do Caos: entre o real e o fantástico mundo das vespas parasitoides”, realizada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), apresenta as vespas parasitoides de forma nunca vista pelo público, usando a arte para falar de ciência. A exposição “Tem um Peixe no Céu” apresenta aquarelas da artista Sandra Coelho do Valle.

Santa Teresa, coração da Mata Atlântica

A Mata Atlântica é um dos cinco mais importantes hotspots de biodiversidade no mundo, com elevado grau de endemismo – espécies que só ocorrem nesse bioma. Quando se fala em anfíbios, das 600 espécies que ocorrem na Mata Atlântica, quase 90% são endêmicas do bioma. Santa Teresa, município da região central-serrana do Espírito Santo, é uma das regiões mais diversas do mundo, abrigando cerca de 110 espécies. Dessas, 24 ocorrem no parque do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão, sede do INMA. Ou seja, uma em cada cinco espécies de Santa Teresa ocorrem no INMA! São 22 espécies de sapos, perereca e rãs, que pertencem ao grupo Anura, e duas “cobras-cegas”, do grupo Gymnophiona (cecílias), anfíbio que parece uma serpente.

SERVIÇO
3ª Semana da Mata Atlântica de Santa Teresa/ES
“Memórias, Saberes e Fazeres da Mata Atlântica”
24 a 27 de maio

Abertura – 24 de maio, 18h30, com lançamento de livros
Circuito “Memórias, Saberes e Fazeres da Mata Atlântica” – 25, 26 e 27 de maio, 8h30 às 17h
Expovespa – “Harmonia do Caos: entre o real e o fantástico mundo das vespas parasitoides”
Tem um Peixe no Céu – aquarelas de Sandra Coelho do Valle
Local: Museu Mello Leitão – Instituto Nacional da Mata Atlântica – INMA (Av. José Ruschi, 4, Centro – Santa Teresa/ES)

Observação de Aves na Reserva Biológica Augusto Ruschi – 25 de maio, 16h
Local: Reserva Biológica Augusto Ruschi
Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScipho0B4iNcqWTgfQcFIhoN7KE3XlAB6PhgsiA3gPxnhWzFA/viewform

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Anúncio
Anúncio

VEJA MAIS

Anúncio
Anúncio