segunda-feira, maio 27, 2024
InícioNotíciasEncontro discute soluções para demandas dos catadores

Encontro discute soluções para demandas dos catadores

Representantes das redes de catadores do Espírito Santo estiveram reunidos com a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) a fim de discutir soluções, alinhar ideias e ampliar a rede de Economia Circular do Estado. O encontro, realizado no último dia 09, na sede da Seama, contou com a presença de lideranças do setor e de todas as microrregiões capixabas.

Na pauta, assuntos como gargalos jurídicos do setor, investimentos de curto e médio prazo por parte do Governo do Estado e da iniciativa privada, as vantagens e os desafios do crédito de massa futura, além da melhoraria da qualidade dos serviços e da quantidade de negócios dos catadores foram levantadas.

Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Felipe Rigoni, o encontro foi fundamental para conhecer de perto as motivações das associações e dos catadores e também para estabelecer uma agenda de compromissos integrados. “Há ainda muitas regulamentações a serem articuladas para melhorar a qualidade de vida e a geração de renda de quem trabalha nas associações e de forma independente. E aproximar e conhecer as demandas, mais profundamente, é um passo muito estratégico para o crescimento desta economia no Estado”, destacou o secretário.

O encontro serviu também para apresentar o primeiro esboço do Mapa da Economia Circular Verde em Resíduos do Espírito Santo, que será uma plataforma para divulgar o trabalho das associações e dos catadores independentes, e ainda pulverizar informações de serviços de forma ágil, interativa, fácil e on-line.

Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o Mapa e foram capacitados pela equipe técnica da Secretaria a preencherem os formulários que alimentarão a plataforma, que em breve estará disponível livremente no site da Seama.

“O Mapa será uma vitrine virtual para que todos possam conhecer quais são as associações e os catadores localizados no Espírito Santo, além dos serviços que oferecem, aproximando clientes, fornecedores, investidores, pesquisadores e a sociedade. Com o Mapa será possível melhorar o planejamento logístico, além das ações públicas de investimentos e ainda ampliar a geração de futuros negócios”, explicou Rigoni.

Novos encontros estão previstos para acontecer, também de forma colaborativa e integrada, durante os próximos meses.

Participaram do Encontro: Rede de Economia Solidária dos Catadores Unidos do Espírito Santo (Reunes); Rede de Catadores de Materiais Recicláveis do Norte do Espírito Santo (Redenorte); Rede de Catadores de Materiais Recicláveis Sul-Serrana. Também estiveram presentes representantes das associações que estão em processo de formação da Rede Doce-Leste e Doce-Oeste, entre elas, a Associação de Catadores Colatinenses (ASCOOR); a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Município de Ibirapuera (ASCOMÇU); a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis do Município de Sooretama (Ascomsoor); a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis do Município de Águia Branca (ACMAB); além de consultores da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Anúncio
Anúncio

Mais acessados

Anúncio
Anúncio