terça-feira, maio 21, 2024
InícioMeio AmbienteDejetos de animais são usados de maneira econômica e sustentável

Dejetos de animais são usados de maneira econômica e sustentável

No interior de Linhares, a transformação de dejetos de animais suínos e gados em gás de cozinha e material orgânico já é uma realidade feita pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) do município que está construindo biodigestores sertanejos como fonte de energia renovável e biofertilizantes.

O projeto experimental tem apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), por meio do Edital 12/2022 – Universal Extensão. O objetivo é promover o uso de biodigestor como fonte de energia renovável e material orgânico em comunidades com experiências agroecológicas.

Nas comunidades locais foram feitas as primeiras instalações por meio de oficinas monitorada pelo coordenador e extensionista do Incaper Daniel Nascimento Duarte. Durante os encontros com os moradores, todos os detalhes da implantação do biodigestor e seus benefícios são apresentados.

A primeira instalação dos equipamentos aconteceu na propriedade da família Agostini, no Assentamento Sezínio, que produz gás há dois meses. Nesta semana, alunos da Escola Família Agrícola de Rio Bananal visitaram o local e conheceram o funcionamento do biodigestor.

A segunda oficina de trabalho ocorreu no Córrego Jacutinga, no distrito de Farias, em Linhares, e foi dividida em três etapas: a primeira, foi realizada em julho para a construção de 52 placas de cimento, de 51 por 50 centímetros, que compõem a estrutura do tanque de fermentação. As placas são confeccionadas com antecedência para que haja tempo de cura. A segunda etapa foi realizada em agosto e envolveu 18 pessoas de famílias rurais, além de técnicos e também dois práticos da cidade de Divino, em Minas Gerais.

Segundo Duarte quando o biodigestor estiver preenchido com o material orgânico será iniciando a produção de gás. “A partir deste momento, serão instalados o filtro, drenos e canalizado o gás, oriundo do biodigestor, direto para o fogão, sem cheiro e com grande capacidade de gerar calor para o preparo de alimentos”, comentou.

O projeto tem como papel fundamental implantar, em caráter experimental, cinco biodigestores no município de Linhares. A proposta é que, a partir dessas unidades de observação e estudos, haja investimento para ampliar o quantitativo de equipamentos no norte do Estado.

O que são biodigestores?
Os biodigestores têm o papel de transformar, por processos fermentativos, as fezes de animais em gás de cozinha e em material orgânico. No projeto estão sendo utilizados os dejetos de suínos e gados que concentram a produção na região onde estão sendo implantados os equipamentos.

Os biofertilizantes produzidos e lançados nas lavouras são ricos em nutrientes e matéria orgânica, diminuindo o uso dos adubos químicos, promovendo o equilíbrio do solo e da planta. O gás é canalizado direto para o fogão, sem cheiro e com grande capacidade de queima, representando avanços na sustentabilidade e na economia para os pequenos agricultores. O projeto é desenvolvido com a colaboração do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) de Linhares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Anúncio
Anúncio

Mais acessados

Anúncio
Anúncio